domingo, 7 de janeiro de 2018

TRANSMISSÃO AO VIVO 243 06/01/18 Youtube

Postado em: "Tempos de Deus", Um ministério de Amor.

domingo, 31 de dezembro de 2017

Abo Novo Feliz! 2018

Postado em: "Tempos de Deus", Um ministério de Amor.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

TRANSMISSÃO AO VIVO 19/12/2017

Postado em: "Tempos de Deus", Um ministério de Amor.


TRANSMISSÃO AO VIVO 19/12/2017
Transmissão ao vivo hoje ás 22:00 horas com o Programa "Noite de Bençãos" pela Rádio UMA Verdade.club e Facebook.
Publicado por Dilson Goulart em Terça-feira, 19 de dezembro de 2017

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Crise de integridade

Postado em: "Tempos de Deus", Um ministério de Amor.

Crise de integridade | Pr. João Antônio Souza Filho
Soube recentemente que o Distrito Federal que compõe o Plano Piloto e as cidades ao redor tem cerca de 800 mil evangélicos ou 40% da população. Que diferença isto faz na sociedade brasiliense? Que diferença faz a grande percentagem de evangélicos em cidades como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Anápolis e Goiânia com alto percentual de evangélicos?
O reflexo da infertilidade social dos evangélicos, e da falta de integridade pode ser visto na câmara dos deputados e no senado. Com raríssimas exceções, poucas são as vozes que gritam como João Batista no deserto e dizem a Herodes que ele é um corrupto!
O Brasil nesses dias vive as conseqüências da falta de integridade – é de se esperar que as pessoas que não têm temor de Deus ajam como queiram, sem respeitar o direito dos órfãos, das viúvas, dos aposentados, mas é inadmissível que muitos membros da chamada bancada evangélica estejam corrompidos pelo sistema político de Maquiavel. Tudo bem que na última eleição pra presidente da nação Lula tenha dito: “Eles não sabem do que somos capaz!” E que a Dilma tenha dito que apelaria até pro Diabo pra ganhar a eleição, mas não se pode admitir essa falta de integridade naqueles que se dizem nascidos de novo e que nos representam na Câmara Federal e no senado. Alguns ali na Câmara são pastores, bispos, líderes denominacionais que entraram no jogo sórdido e sujo das artimanhas de Maquiavel.
Mas, não podemos condenar apenas os políticos. Algumas das principais lideranças denominacionais estão presos ao sistema denominacional e tentam se livrar do odor de enxofre satânico que exala das estruturas podres de suas denominações. Em vez de exalarem o bom perfume de Cristo, exalam a murrinha do diabo. O mesmo jogo do engano e das sutilezas políticas invadiu as convenções, os concílios, os sínodos, os presbitérios – dê o nome que quiser – e transformaram suas denominações num grande partido político. Quando se reúnem, Deus fica bem distante do plenário!
As pessoas não cristãs quando olham para as denominações não a veem apenas como igrejas, mas como partidos políticos; e não respeitam os crentes como discípulos de Cristo e os têm como militantes de partidos políticos, como daqueles de que fazem parte.
Viajo constantemente pelo Brasil e quando perguntado sobre o que faço, respondo que sou escritor – o que de fato o sou – porque se disser que sou pastor, a pessoa ao meu lado vira a cara pra janela e não quer mais conversa comigo. Por que? Porque existe uma classe mal-cheirosa de pastores que rouba, e alardeia seus feitos, mostra sua ganância em luxuosos aviões, carros caríssimos importados e pela televisão não se cansam de pedir dinheiro.
Os membros das igrejas – muitos deles – não são culpados pela corrupção que grassa suas denominações, porque amam mais a Cristo e até ignoram o sistema de sua denominação. Diferentemente de seus líderes que tentam escorar as estruturas corroídas de cupim e de imoralidade de suas igrejas.
Os evangélicos vivem uma crise de integridade! Precisam se arrepender de seus pecados. A nação brasileira está do jeito que está porque as igrejas têm uma grande parcela de culpa elegendo pessoas sem caráter em troca de uma sandália ou de algumas telhas pra sua capelinha.
O joio cresceu no meio do trigo e só nos resta esperar a hora da ceifa quando o Pai disser, “separem o joio, queimem-no, e tragam o trigo para o meu celeiro”. Digo a você, meu irmão: Não se preocupe com esses imbróglios da política por onde escorre a maldade, a malignidade, a mentira e a coação.
Consagre-se mais a Deus; veja menos noticiário político; agarre-se à sua Bíblia e à oração, do contrário todos nós seremos varridos pelo Tsunami da imoralidade e da nefasta política.
Está na hora de haver uma grande revolução; não no mundo, mas na igreja; revolução de integridade e ética. Só assim a igreja, e não os políticos mudarão os rumos de nossa nação.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

A Ideologia de Gênero sob a ótica judaico-cristã

Postado em: "Tempos de Deus", Um ministério de Amor.


A Ideologia de Gênero sob a ótica judaico-cristã
O ser humano é criativo, por vezes suas criações são maravilhosas, por outras desastrosas. Se formos olhar para a história da humanidade, veremos uma biblioteca de criações humanas, e uma infinidade de filósofos, sociólogos, defensores dos direitos humanos, psicólogos debatendo questões por vezes já solucionadas pela própria natureza. Mas muitos humanos não se contentam com as evidências, não se contentam com o “Eu Sou” como a definição da natureza, não se contenta com a realidade dos fatos, tende a confeccionar suas ideologias e doutrinas, por vezes vãs sem sentido, mas o que dizer do sentido se relativizarmos o sentido nada mais terá sentido, ou, tudo pode mudar de sentido, basta você desejar.
Não nos importamos mais com o equilíbrio natural das coisas, pois o “natural” se tornou opressor, o ser humano quer impor por força de palavras e militância um novo lugar para o natural ainda que isso signifique um desequilíbrio da natureza humana futura.
Passamos por um conflito de posições no tocante a doutrina judaico-cristã em contraposição á nova busca da autenticidade, identidade da chamada ideologia do gênero.
Não quero criar celeumas com este texto, apenas mostrar como o a religião Judaico -Crista pensa a respeito dessa família, desse homem e dessa mulher. Vale salientar que: quando falamos em cristãos falamos em pelo menos 89% da população nacional contando com evangélicos, católicos, outras religiões e pessoas que são sim conservadoras no sentido de preservar sua história, sua tradição, cultura e sua natureza biológica humana, conservar o modelo de conduta de amor ensinado pelo Deus que servimos.
Neste texto apenas quero mostrar porque para cristãos é impossível pensar no Gênero como algo igual fazendo parte da natureza sexual humana a intensão é esclarecer que para um Cristão ter que aceitar a Ideologia de gênero como verdade é negar a existência de Deus, e da natureza observável.
Mas o que a fé judaico-cristã pensa sobre este homem, esta mulher e sua família? Vamos analisar a Bíblia Sagrada, o código de ética dos judeus e dos cristãos. Logo no inicio encontraremos em Gêneses 2 e versículos, a ideia do criador, de DEUS, no tocante ao ser que o mesmo criou, ou seja, o homem e a mulher, vejamos:
Gênesis 2: 7 “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. 18 E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele”
Deus dá origem ao homem, e deste criará uma AJUDADORA – NÃO AJUDADOR – o que deixa claro que está falando sobre masculino e feminino, ou seja, de sexo, que são opostos e que se completam. Mais a seguir Ele continua:
Gênesis 2:22 “E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. 23 E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada. 24 Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e será ambos uma carne”.
Não há como negar ou manipular o que está escrito na Biblia sagrada e inscrito na natureza humana. Deus deixa clara a formação do homem e mulher, e assim define o conceito de sexo masculino e feminino, questão ligada à natureza, à própria biologia, à fisiologia, etc. A civilização, partiu desse dogma, a confirmação intelectual e científica veio com a chamada teoria de Darwim que outrora nega Deus, mas reafirma através de sua teoria da seleção natural, da que atesta que a evolução das espécies, só se consolida, somente é possível, mediante a procriação entre um homem e uma mulher, um macho e uma fêmea, sem que tivesse a intenção de exaltar ou endossar a criação Divina.
Deus criou seu povo, sua evolução só foi possível com a organização social e pelo casamento heterossexual, assim foi determinado por Ele e pela natureza humana. Tudo que é evidente não necessita ser provado.
O desenvolvimento natural de homem e mulher nos é trazido quando da orientação que homem e mulher serão uma só carne. Dentre vários prismas de interpretação que podemos trabalhar, iremos atentar apenas ao que toca a formulação de família. Neste ponto começamos a observar o conteúdo lógico, ou seja, homem, mulher, sexos e união.
Há um grande conflito aqui, pois ideologia como o próprio Karl Marx – o tão venerado e adorado mestre dos revolucionários e progressistas – ideologia era uma “falsa consciência” e não um conjunto de ideias. E o “falso” discurso vê as coisas não como elas são de fato, mais de maneira invertida, de maneira diferente e deturpada. Isso serve para tudo, mas aqui vou me ater à sexualização como forma de prazer. “Ideologia da cultura sexual”.
Deus é lógica, é matemática, é biologia, é a evolução da humanidade. Deus não é ideologia, não se serve nem se presta a falácias.
 violência intelectual sofrida pelos que não aceitam a ideologia de gênero, não apenas por uma questão de fé, mas de opinião baseado em evidências jamais pode ser interpretada como preconceito. Pois essa é a grande falácia da atualidade, e é tão violenta quanto a tal homofobia que pregam. Podemos sim conviver com as pessoas e com as sexualidades ideologizadas, porém o cristianismo tem sua ideologia enraizada na fé, na cultura, na tradição e na biologia e é esta que acreditamos e queremos viver, mas podemos sim respeitar o outro, e queremos sim sermos respeitados além de nossa fé. Isso seria o ideal de sociedade. Direitos humanos para todos é um desafio, mas é possível.
Marisa Lobo, psicóloga, teóloga e especialista em Saúde Mental e Direitos Humanos.
"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

Por 

Marisa Lobo é psicóloga clínica, escritora, pós-graduada em saúde mental, conferencista realiza palestras pelo Brasil sobre prevenção e enfrentamento ás drogas, e toda forma de bullying, transtornos psicológicos, sexualidade da familia, entre outros assuntos. Teóloga, ela é promoter e organizadora da ExpoCristo realizada no Paraná. Marisa é casada, tem dois filhos e congrega na IBB em Curitiba.
Extaído: GOSPEL+

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Casa Branca arco-íris Comemora o Sim; Arca de Noé Lembra-nos do juízo de Deus e Amor

Postado em: "Tempos de Deus", Um ministério de Amor.

Casa Branca
POR DAN DELZELL , ESPECIAL CP
08 de julho de 2015 | 11:05



Tem sido um longo tempo desde que Deus criou o 
primeiro arco-íris. Alguns 4.300 anos. E por isso é 
fácil ver por que muitas pessoas ignoram o que 
aconteceu nos dias de Noé. É irônico que a recente 
arco-íris Casa Branca foi usada para celebrar o 
pecado, em vez de lembrar as pessoas sobre o juízo 
de Deus contra o pecado e Seu amor pelos pecadores.
·                      
O cronograma bíblico revela o ponto da história em que 
Deus trouxe o Dilúvio sobre a Terra. Foi um ato de juízo 
divino em resposta a maldade do homem. E o arco-íris 
Deus criou depois do dilúvio era garantir homem que o 
Senhor nunca mais inundar a Terra como fez nos dias 
de Noé.

E por isso é irônico, e sim mesmo trágico, que o presi-
dente Obama iria escolher para iluminar a Casa Branca 
com um arco-íris depois da recente decisão da Suprema 
Corte. Era a sua maneira alta e orgulhosa de comemorar 
o pecado do casamento do mesmo sexo. Obviamente, o 
presidente não parecem acreditar que as histórias do 
Antigo Testamento da Arca e Sodoma e Gomorra de Noé 
eram fatos reais da história. Se ele fez, então ele também 
pode ser inclinado a acreditar que Jesus disse sobre ser 
o único caminho para o céu. (Ver João 14: 6.)
Você vê os meus amigos, a "arca" hoje é a cruz onde 
Cristo morreu, eo dilúvio está vindo com força total no 
Dia do Juízo. O arco-íris no céu lembra-nos do juízo de 
Deus e do seu amor, e isso nos aponta para a única 
maneira de escapar da ira vindoura e ser seguro para 
sempre no paraíso. Noé e sua família escaparam do 
dilúvio. E assim que todos aqueles que vêm a Cristo 
para salvação.
Ao invés de usar um arco-íris para celebrar o pecado, 
aqueles que conhecem a Cristo e crer em Sua Palavra 
entender que os pontos do arco-íris para o único Deus 
verdadeiro. Ele é um Deus de ambas julgamento e amor. 
Aqueles que ficou fora admirando o arco-íris Casa 
Branca seguravam cartazes dizendo: "Love Wins". 
Mas na Bíblia, o amor vence quando uma pessoa renuncia 
pecado e se afasta dele, enquanto confiar em Cristo para 
o perdão.
Imagine ter uma conversa com as pessoas dos dias de Noé
que se afogaram no dilúvio. Se você perguntasse a eles 
hoje se ou não o amor vence, eles iriam dizer-lhe que, ao 
escolher o caminho de maldade, eles impediram-se de 
experimentar o amor eterno de Deus.
Jesus sabia tudo sobre Noé eo dilúvio. De fato, Jesus disse: 
"Como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do 
Filho do homem. Pois nos dias anteriores ao dilúvio, 
comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até 
ao dia em que Noé entrou na arca, e eles não sabiam nada 
sobre o que aconteceria até que veio o dilúvio e os levou a 
todos Isso é como será na vinda do Filho do Homem ".. 
(Mateus 24: 36-39)Amor só ganha quando uma pessoa 
compreende que Deus é amor, e que só há uma arca, um 
Salvador, e um Evangelho. Aqueles que realmente conhecem 
a Cristo não comemoram o pecado, mas sim, eles celebram 
o Salvador e Seu caminho da retidão.
Como é que alguém pode reivindicar a acreditar nas palavras 
de Jesus, e ainda virar e dizer que Jesus estava errado sobre 
Noé? Infelizmente, isso é o que acontece no coração do 
homem quando ele optar por rejeitar a mensagem da Bíblia e, 
em vez perseguir os desejos de sua natureza pecaminosa. 
Todos nós estamos propensos a ir por esse caminho, e 
somente a Palavra de Deus eo poder do Espírito Santo pode 
nos livrar do tal engano.
Assim, enquanto os da Casa Branca, a mídia, e muitos em 
nossa nação comemorar o casamento do mesmo sexo, nós 
que acreditam que a Bíblia vai continuar a orar para as 
pessoas a vir a bordo da arca. Isto exige uma pessoa a se 
arrepender e parar de comemorar o pecado, e também para 
confiar em Jesus como Salvador e o único meio de salvação.
Hoje, na América, aqueles que acreditam que a Bíblia são 
percebidos a ser tão louco como Noé foi pensado para ser 
no seu dia. Mas isso é o que acontece com o povo de Deus, 
uma vez que são guiados pelo Espírito, em vez de liderado 
pela carne. A carne leva o homem a usar arco-íris na 
celebração de algo que Deus proíbe. O Espírito Santo, por 
outro lado, leva o homem no caminho da justiça e da paz 
para sempre.
Como foi nos dias de Noé, você também começa a fazer 
uma escolha. Mas o tempo está se esgotando. E você seria 
sábio para entrar na arca de imediato. Uma vez a bordo, 
então você vai começar a amar os outros com o amor que J
esus derramado por vós quando ele morreu pelos seus 
pecados.
Deus criou o primeiro arco-íris no céu cerca de 4300 anos 
atrás, e muitos mais arco-íris desde então. Enquanto isso, 
os homens conceber falsificações ao desígnio de Deus. 
E você começa a decidir se Jesus estava certo ou errado 
quando Ele afirmou ser o único caminho para o céu.
Jesus disse, em Mateus 7: 13,14, há uma grande estrada 
para a perdição, e um estreito caminho para a vida. 
Que caminho você está hoje?
Você vê arco-íris de Deus como uma desculpa para 
promover o pecado, ou como um sinal do amor e da 
salvação eterna do Senhor para todos os que se arrependem 
e crêem a boa notícia? Em outras palavras, se o presidente 
acertar com seu arco-íris Casa Branca, ou que Deus acertar 
na Bíblia e ao longo da história?
Enquanto a porta da arca permanece aberta hoje, não vai 
permanecer aberta indefinidamente.